Terça-feira, 23 de Junho de 2009

2º Cap. - Surpresa!!

Aqui vai o 2º Cap.

 

Novas personagens:

Kellan - Irmão de Melanie

Billy - Actor e vizinho

 

Nada de especial mas mesmo assim, espero que gostem ^^

 

_______________________________________

 

2º cap – Surpresa
 
Antes de descer as escadas decidi espreitar para a porta, não fosse ter uma surpresa desagradável. Não era de estranhar, espreitei tarde de mais, provavelmente essa visita já estava na sala ou na cozinha a elogiar as habilidades da minha mãe.
Desci as escadas com cuidado para não fazer barulho, entrei na cozinha receosa, mas sempre de cabeça levantada. Sentia as mãos a tremer mas não sabia porque.
- Vais demorar muito a vires cumprimentar-me, menina Melanie Lutz? – Perguntou uma voz familiar que vinha da sala.
Corri com toda a força que tinha e saltei para os braços do meu irmão Kellan, tinha voltado das filmagens de um filme chamado “Crepúsculo” e parecia que andavam todos fascinados com o livro, para ser sincera ainda não o tinha acabado de ler, estava esquecido em cima da secretaria ao lado de mais uns quantos que nunca tinha lido.
- Maninha, tas crescidinha! – Disse ele com um sorriso abrindo os braços para eu saltar para ele.
Fiz a vontade e saltei para ele, abracei-o com tanta força que era capaz de me magoar.
- Kellan! Meu deus, tantas saudades que eu tinha tuas! – Não consegui evitar e comecei a chorar.
- Eu também minha doce Mel, mas agora estás a chorar? Julgava-te uma rapariga forte! – Disse numa voz de brincadeira.
- Choro de alegria Kellan, mas tem-se passado tanto e foi tão difícil ficar longe de ti. – As lágrimas voltaram a inundar-me o rosto e desta vez a sensação não foi de alegria.
- Ouh minha “pequerrucha”, não chores pronto, agora já estou aqui. – A voz dele continuava forte mas suave, era como a brisa da primavera. – Queres ir lá para fora jogar um pouco futebol antes de jantar ou simplesmente falar?
- Não estás cansado?
- Nah, dormi bem no avião, deixa-me ir só dar mais um beijinho à Dona Annebelle. Arranja uma bola boa! – Gritou esta última frase quando já ia a caminho da cozinha.
Para ser sincera não estava com grande vontade para voltar a subir todas aquelas escadas, mas dar uns quantos pontapés na bola iria ajudar-me a esquecer aquele dia. Não que quisesse esquecer da surpresa do Kellan, a melhor coisa que aconteceu hoje, mas de tudo o resto, o Mike, a Amy, o jogo, tinha a cabeça cheia de coisas que não valiam a minha atenção.
Quando cheguei ao meu quarto sentei-me na cama a olhar para o livro e pensei “Tenho de o ler o mais rápido possível, se toda a gente gostou porque é que eu não vou gostar?”.
- Mel, tas a fazer serão ou vais descer com a bola? – Gritou o Kellan do jardim a olhar para a minha janela.
Peguei na bola que estava mesmo ao lado da porta e mandei-a pela janela.
- Assim está melhor?
-Sim, vá desce!! – Notava-se uma pinga de impaciência na voz dele, juntamente com a ansiedade.
- PARA A MESA LUTZ!! – Gritou a minha mãe da cozinha, gostava quando ela chama-nos assim, fazia sentir-me completa. O Kellan revirou os olhos ao ouvir aquela frase e disse algo do género “Acertamos contas depois do jantar” ou parecido.
Sentei-me à mesa e tentei fazer um ar alegre o que não correu lá muito bem, Kellan viu logo que estava a fingir e começou logo a contar um relato de um dia de gravações para ver se me distraia.
- Mel, durante as gravações, a kris teve de vir aqui ao Arizona para gravar uma cena, não a viste? Eu já estava a treinar para morder pescoços quando ela chegou. – Começou-se a rir da minha cara quando disse “morder pescoços”.
- Mas que raio Kellan, estamos à mesa, podias ter uma conversa mais civilizada? – a minha mãe parecia que vomitando, eu estava curiosa para saber aquela historia mas se voltasse a tocar naquele assunto durante o jantar bem podia dizer adeus às batatas fritas.
- É claro mãe, mas queres falar do quê? – Perguntou Kellan com gentileza, quase com voz de quem pedia desculpas.
 - Esta Sábado temos a Gala de Primavera e tu também vens Kellan.
- Mãe?! Tem mesmo de ser? Já tenho coisas combinadas para sábado. – Refilou o Kellan – E alias, tenho de começar a estudar o guião para o próximo filme da saga.
- Leva-me contigo Kellan! – Implorei a brincar – Ela vai-me obrigar a vestir um vestido!
Entre conversas e brincadeiras, alguém toca à campainha, como sempre tinha de se eu a levantar-me da mesa porque o Kellan nunca faz nada e a minha mãe estava a levantar a mesa para servir a sobremesa. A campainha voltou a tocar, desta vez fui forçada a levantar-me:
- Não estás à espera que seja eu a ir abrir pois não? Vá lá Mel – Mal tinha chegado já estava a dar-me ordens, odeava quando me fazia isto.
Olhei pelo vidro da porta e vi um homem de bigode, com uma cara familiar, chamei a minha mãe que quando viu quem era, abriu logo a porta e deu um abraço apertado.
- Billy! – Exclamou ela feliz – Há quantos anos?
- Ann! Já tinha saudades! Deixa-me adivinhar, esta pequena é a Melanie? – perguntou ele dirigindo-se a mim
- Pequena não, Melanie sim. – Respondi eu, com um sorriso simpático.
A minha mãe pareceu ignorar-me, tentei escapar-me para o quarto mas foi apenas uma tentativa sem sucesso.
- Mel, querida, leva o Billy até à cozinha que eu vou buscar mais uma caixa de gelado.
Acenei com a cabeça dando sinal à minha mãe e segui devagar até à cozinha, Billy vinha atrás de mim com um passo firme e para minha surpresa (mais uma) parecia que o Kellan já o conhecia.
- Olha o Emmett, já não te via há umas horitas – Disse Billy a rir.
- Billy?! Porque não me disseste que vinhas para aqui? Eu tinha oferecido boleia!
- Alguém me pode explicar o que se passa aqui? – Perguntei baralhada. “Emmett”? Mas do que estavam a falar? “Não te via há umas horas”?
No fundo do corredor ouvia os passos da minha mãe. Provavelmente ia entrar aqui toda eléctrica e não me ia dar uma explicação suficiente para eu entender o que raio estava a passar na minha cozinha.
- Mel, este é o Billy, mora à nossa frente, é actor, conhece-te desde os dois anos mas não te deves lembrar muito bem. Veio agora de Forks comigo, faz de Charlie, pai de Bella, no filme.
- Que belo resumo Kellan. Desculpa Mel, esqueci-me que da última vez que te vi andavas de fraldas e a correr pela minha casa com uns óculos de sol em forma de corações – Disse Billy a rir.
Parecia estranho mas tinha uma memória estranha de uma casa de paredes amarelas, e de uma menina de fraldas, t-shirt do tweety e uns óculos de sol em forma de corações agarrada à saia da mãe. Comecei-me a rir daquela imagem.
- Tenho uma vaga ideia, também me lembro de uma t-shirt do tweety – Disse rindo.
- Ahah, dessa t-shirt é que eu já não me lembrava. Ofereci-te quando fizeste um ano, acho.
- Mel, a mãe? – Perguntou o Kellan preocupado – Ouvi os passos dela à uns minutos. Onde foi ela?
 
 

 

sinto-me: cheia :P
música: The Unforgiven: Metallica 1991
publicado por in's às 14:02
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Íris a 23 de Junho de 2009 às 14:32
Gostei, gostei :D
Quero mais ;)


De Patricia Pinto a 23 de Junho de 2009 às 15:00
Vá toca a trabalhar!!!!!!
Eu quero ler o resto!!!!
está super lindo
volto a repetir tens super jeito para a escrita :D


De Paty a 23 de Junho de 2009 às 16:03
Ines ta excelente! espero por mais


De Belisa a 24 de Junho de 2009 às 15:37
Mais um capitulo ,andas a trabalhar bem e por este andar no final do verão temos o livro pronto.
Continua...
Muitos bjs


De mariana+_+ a 5 de Julho de 2009 às 23:29
FANTASTICO:d

continua;D, tens um geitinho:D


Comentar post

-->Sobre mim

-->pesquisar

 

-->Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


-->posts recentes

--> 10º Cap. – Desculpa

--> 9º Cap. – Plano infalível

--> AUSENCIA -.-

--> 8º Cap. - A Feira

--> 7º Cap. – Uhahuh! És mesm...

--> 6º Cap. – Arranja-te!

--> 5º Cap. - Visitas

--> 4º Cap. - Aposta

--> 3º Cap. Enjoos

--> 2º Cap. - Surpresa!!

-->arquivos

--> Setembro 2009

--> Agosto 2009

--> Julho 2009

--> Junho 2009

-->tags

--> todas as tags

blogs SAPO

-->subscrever feeds